Pescaria e espécies de Pampo com Dinho Madeira


Há o pampo Sernambiguara (o maior de todos), o pampo verdadeiro (o mais conhecido), o pampo amarelo (que só ocorre no Norte e Nordeste), o pampo malhado e o pampo galhudo (estes últimos são encontrados no Sul e Sudeste).


Todos tem o corpo comprimido lateralmente e relativamente alto. Sua cor varia de prateada a branca, com tons de amarelo em algumas partes do corpo. O dorso, entretanto, é mais escuro.


Vivem em costões e praias, da superfície até trinta metros de profundidade. Adoram a zona de arrebentação, já que o fundo é revirado e seus alimentos ficam expostos, como crustáceos, peixes e moluscos.


Gosta muito de um Tatuí ou Sarnambi .


Materiais utilizados na pescaria de pampo.


Vara 17 libras até 25 libras


Molinete médio porte de 2500 a 3000


Linha multifilamemto 18 à 25 libras


1 metro de fluocarbono de 20 libras


Iscas leves como PINDOCA


Cores LARANJA ou ROSA


Peixe muito bom de briga, muito esportivo.


Se alimenta também de mariscos .


Sua pescaria é muito produtiva após uma ressaca no mar .


No inverno sua captura é mais fácil e com exemplares maiores.


Essa espécie atinge até 65 centímetros de comprimento e quatro quilos de peso, sendo muito briguenta e apreciada na pesca esportiva.


Pode ser pescado tanto com iscas naturais, como com iscas artificiais.


Para iscas naturais dê preferência por pedaços de camarões brancos, corruptos, sarnambis e tatuíras. Estas últimas são a isca preferida dos grandes pampos, inclusive do sernambiguara.


Se for usar iscas artificias procure usar metal jigs, shads, camarões artificiais com jig head e jigs de penas, sempre perto de lajes e ilhas. Dinho Madeira Pescador Espotivo (Caiaque)

26 visualizações

Tel: (11) 99794-8687          Marcão

Tel: (11) 95393-1906          Dinho

Inscreva-se para receber novidades 

Conheça nossas redes sociais

  • Facebook Tudo de Pesca